De resíduos a biopolímeros – Sabias que as bactérias produzem plástico?

As bactérias produzem plástico biodegradável e muitos outros biopolímeros com interessantes aplicações na indústria farmacêutica, alimentar, cosmética, biomedicina, embalagens, etc. E conseguem produzir estes biopolímeros a partir de resíduos industriais, que de outro modo teriam de ser tratados ou incinerados. Deste modo contribui-se para o desenvolvimento de processos sustentáveis que se encaixam num modelo de economia circular. Nesta atividade será explicada a forma como estes biopolímeros são produzidos, será mostrada diferentes exemplos de biopolímeros e as suas aplicações.
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Sala: Laboratório 521
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h00, 13h30, 14h00, 14h30, 15h00, 15h30, 16h00

Vídeo Digital e SpecialFX

Filmagem com recurso de Chroma Key. Vê como configurar um espaço de gravação vídeo com recurso ao efeito de Chroma Key (fundo verde). Aprende a criar as condições necessárias para uma integração de vídeo captado e inserção de efeitos especiais.
Duração: 60 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Estúdio
Hora de início: 10h00, 14h30

À descoberta do cérebro (DCV)

Apresentação didática para perceber a organização estrutural e funcional do cérebro humano, e das células do cérebro. Os visitantes poderão observar e comparar modelos anatómicos de cérebros de mamíferos e observar cérebros de ratinho. Atividades para perceber de que forma o cérebro coordena os nossos sentidos. Será que o cérebro nos engana?
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Sala: Laboratório 2.03
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h30, 14h00, 14h30, 15h00, 15h30

Qual a melhor terapia para as nossas culturas de células cancerígenas? (DCV)

Esta actividade está relacionada com o trabalho desenvolvido no Human Genetics and Cancer Therapeutics Group@Faculdade de Ciências e Tecnologia. O principal objectivo é que os alunos contactem com atividades experimentais comummente utilizadas em laboratório no estudo do potencial anti-tumoral de novos compostos. Para tal, os alunos serão desafiados a analisar de forma simples e interactiva o efeito de compostos na viabilidade de células tumorais, de forma a ter uma percepção de qual o composto mais indicado para combater esse tipo de cancro.
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Sala: Laboratório 2.15
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h30, 14h00, 14h30, 15h00, 15h30

O desafio de Monty Hall

Mudar a escolha inicial aumenta a probabilidade de ganhar o carro?
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 1, átrio
Hora de início: 10h00, 10h15, 10h30, 10h45, 11h00, 11h15, 11h30, 11h45, 12h00, 12h15, 12h30, 12h45, 13h00, 13h15, 13h30, 13h45, 14h00, 14h15, 14h30, 14h45, 15h00, 15h15, 15h30, 15h45, 16h00

Matemática aos saltos

Sabias que para fazer certos "exercícios" de matemática, além de usares a cabeça, também podes usar os pés?
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 1, átrio
Hora de início: 10h00, 10h15, 10h30, 10h45, 11h00, 11h15, 11h30, 11h45, 12h00, 12h15, 12h30, 12h45, 13h00, 13h15, 13h30, 13h45, 14h00, 14h15, 14h30, 14h45, 15h00, 15h15, 15h30, 15h45, 16h00

Lasers

Sabias que é possível obter radiação laser a partir da radiação solar? Nesta atividade, terás a oportunidade de conhecer este tipo de laser renovável ̶ o laser bombeado por luz solar! Irás aprender como funciona este laser e quais as suas aplicações. Serão apresentados alguns protótipos, para conheceres melhor os seus componentes e terás a oportunidade de assistir à emissão do feixe de laser solar. Se as condições meteorológicas não permitirem a observação do laser solar em funcionamento, participa na montagem e alinhamento de um interferómetro e na transmissão de luz laser por fibra ótica.
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Lab. 242
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 13h30, 14h00, 14h30

Física Nuclear

A radioatividade natural permite datar a Terra e o Sistema Solar, e tem mantido o nosso planeta quente ao longo destes 4500 milhões de anos!! A radiação ionizante rodeia-nos, apesar de não a vermos a olho nú e só em casos extremos a sentirmos. Entretanto, o homem desenvolveu tecnologia que permite visualizar e quantificar esta radiação, os chamados detectores de radiação. Nesta actividade, estarão expostos vários destes detectores em funcionamento e a informação que se pode tirar será explicada.
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Laboratório 101
Hora de início: 10h00, 11h00, 12h00, 14h30, 15h30, 16h00

Criogenia e Supercondutividade

A Criogenia, i.e. a tecnologia das muito baixas temperaturas, é utilizada em muitos domínios “High Tech” como a “electrónica quântica” (magnetoencefalografia, …), a “supercondutividade” para a construção das bobinas utilizadas para as imagens médicas, ou ainda para arrefecer nos satélites detectores infravermelhos utilizados para a observação da terra ou em astronomia. Neste laboratório, mostraremos alguns exemplos e efeitos espectaculares ligados ao mundo estranho das baixas temperaturas."
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Laboratório de Criogenia, sala 124
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h00

As pontes de Königsberg

Descobre se é possível atravessar todas as pontes sem repetir nenhuma!
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 1, átrio
Hora de início: 10h00, 10h15, 10h30, 10h45, 11h45, 12h00, 12h15, 12h30, 12h45, 13h00, 13h15, 13h30, 13h45, 14h45, 15h00, 15h15, 15h30, 15h45, 16h00

Epidemias e Vacinas

Num computador está disponível uma interface que permite manipular os parâmetros (potencial de transmissão e cobertura vacinal) de um modelo matemático para a transmissão do sarampo em Portugal. Os alunos são convidados a explorar os parâmetros de forma a perceberem o seu efeito no resultado final (epidemia vs não epidemia). É pedido aos alunos que determinem a percentagem mínima da população que se deve vacinar para controlar o sarampo em Portugal.
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 1, átrio
Hora de início: 10h00, 10h15, 10h30, 10h45, 11h45, 12h00, 12h15, 12h30

O Sol à escala

Em condições ideais de visibilidade realizar-se-á uma experiência ilustrativa do conceito de escala, sendo efetuada a comparação dos tamanhos relativos do Sol e da Terra e respetiva distância, utilizando um modelo à escala.
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 1, rua
Hora de início: 10h00, 10h15, 10h30, 10h45, 11h45, 12h00, 12h15, 12h30, 12h45, 13h00, 13h15, 13h30, 13h45, 14h45, 15h00, 15h15, 15h30, 15h45

Roleta ei2kπ

A cada rotação aumenta exponencialmente a diversão! Quando somos pequenos, uma das primeiras coisas que nos ensinam é a contar. Os números fazem parte das nossas vidas. E, tal como nós, cada um é especial à sua maneira! Vem conhecer algumas propriedades de alguns números enquanto jogas na nossa roleta!
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 1, átrio
Hora de início: 10h00, 10h15, 10h30, 10h45, 11h30, 11h45, 12h00, 12h15, 12h30, 12h45, 13h00, 13h15, 13h30, 13h45, 14h30, 14h45, 15h00, 15h15, 15h30, 15h45, 16h00

Reconhecimento de padrões

As pessoas conseguem, desde crianças, reconhecer objetos em imagens. O ser humano aprende vendo exemplos. Tens ideia de como criar uma função matemática ou um programa de computador que aprenda, com exemplos, a identificar objetos em imagens?
Duração: 15 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 2, Laboratório 2.5
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h30, 12h00, 12h30

Como (não) ser enganado pela Estatística!

Quem já não ouviu: - "Se eu comer um frango e o meu amigo não comer nenhum, em média comemos ambos meio frango e ficamos todos sem fome!"... - "Os dados, se bem "martelados" confessam sempre"... - "Há mentiras e há... estatística!" Tal como há ilusões ópticas também há quem manipule dados para nos enganar. Como não cair no engano? Vem desmistificar o desconhecimento!
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Piso 2, Sala 2.5
Hora de início: 10h00, 10h45, 11h30, 12h15

Craaak …. Vem “partir pedra!”

Descobre como é que, em engenharia, determinamos a resistência de uma rocha, realizando alguns ensaios…barulhentos! Verifica como é que algumas rochas, aparentemente iguais, se comportam de formas diferentes, consoante o tipo de utilização que lhe é dada. Capacidade: 15 visitantes
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Laboratório de Geologia de Engenharia - Edificio IX - Engenharia Civil - Sala 2.14 IX, Piso 2
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h30, 14h00, 14h30, 15h00, 15h30, 16h00

Viaja com os fósseis até ao passado!

Faz uma viagem ao passado geológico, através dos fósseis, pois estes são testemunhos de importantes episódios da história da terra. Podes observar e identificar macrofósseis (em amostras de mão) e microfósseis à lupa binocular. Depois, com a informação e interpretação dos fósseis podes tentar fazer reconstituições sobre os ambientes que existiram no passado, conhecer as idades e saber onde estas se incluem na Escala Geocronológica. Capacidade: 15 visitantes
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Laboratório de Paleontologia (Lab 3.34, Piso 3 - Edifício IX-DCT)
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 12h00, 12h30, 13h00

Minerais e rochas ao microscópio petrográfico

Os participantes terão oportunidade de observar diversas rochas (granitos, basaltos, etc.) em amostra de mão e em lâmina delgada, com o auxílio do microscópio petrográfico. As lâminas delgadas são preparações que nos permitem identificar os minerais que integram as rochas, entre os quais se conta o quartzo, entre muitos outros. Para além disso, a observação de rochas ao microscópio constitui um espetáculo de luz e cor. Capacidade: 13 visitantes
Duração: 30 minutos
Área/setor:
Local:
Sala: Laboratório 3.33 (Piso 3 - Edifício IX - DCT)
Hora de início: 10h00, 10h30, 11h00, 11h30, 14h00, 14h30, 15h00, 15h30